Datafolha: Lula amplia vantagem após debate

11/10/06

 

Segundo pesquisa do instituto Datafolha divulgada hoje, o presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou de oito para 12 pontos percentuais sua vantagem, considerando os votos válidos, sobre o adversário Geraldo Alckmin, do PSDB. Nesta pesquisa, a primeira realizada após o debate do último domingo, Lula oscilou de 54% para 56% em relação ao levantamento anterior do instituto, enquanto Alckmin caiu de 46% para 44%. A sondagem, realizada nesta terça-feira, ouviu 2.868 eleitores em 194 municípios de 25 Estados e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 21.972/2006. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.
» Opine sobre a pesquisa
» Confira o primeiro debate entre Lula e Alckmin
» Marta: novo Datafolha mostrará que Lula cresceu 4 pontos
» Datafolha: Lula vence com 54%; Alckmin faz 46%

Levando-se em conta o total de votos declarados, incluindo brancos e nulos, Lula também ampliou em quatro pontos sua vantagem na comparação com o último levantamento do Datafolha, divulgado no dia 6 de outubro. O petista subiu de 50% para 51%, e o tucano caiu de 43% para 40%. Vencerá a eleição, dia 29, o candidato que obtiver mais de 50% dos votos válidos.

No que se refere ao debate, os adversários apresentaram empate técnico na avaliação dos eleitores entrevistados, com 43% apontando Alckmim como vencedor e 41% afirmando que Lula saiu-se melhor.

Alckmin cai entre ex-eleitores de Heloísa
Parte da queda de Alckmin em relação às intenções de voto se justifica por uma debandada de ex-eleitores da terceira colocada no primeiro turno, Heloísa Helena (Psol), na comparação com a pesquisa da semana passada. Com 39% da preferência entre aqueles que votaram em Heloísa, o tucano caiu nove pontos, enquanto Lula ganhou quatro (36%). O restante dos ex-eleitores da candidata se disse indeciso ou declatou que irá votar em branco ou anular o voto.

Geraldo Alckmin mantém larga vantagem sobre Lula na região Sul, única onde aparece à frente do petista, mas perdeu três pontos lá, frente ao crescimento de cinco pontos do presidente da República. No Nordeste, Lula aumentou sua liderança em quatro pontos, enquanto o candidato do PSDB caiu quatro.

Entre o eleitorado mais jovem, com idade entre 25 e 34 anos (cerca de 24% do total), Alckmin perdeu oito pontos percentuais, e Lula ganhou cinco. O tucano também teve prejuízos e Lula, ganhos, entre os eleitores com renda acima de dois salários mínimos (52% do total).

Lula ganhou quatro pontos, e Alckmin perdeu cinco quando se trata dos eleitores com ensino médio. O petista cresceu dois pontos percentuais entre aqueles com ensino superior, enquanto o tucano oscilou negativamente três pontos.

  

  

 

Entre em contato